VORTEX - Grupo de Mecânica dos Fluidos de Escoamentos Complexos


Simulação Numérica do Escoamento Transônico Laminar em uma Base Bidimensional, (2004).

Autor: Alessandra Freire de Mendonça

Orientador: Roberto Francisco Bobenrieth Miserda

Resumo
Resolvem-se numericamente as equações de Navier-Stokes, em sua forma compressível, utilizando-se uma discretização em volumes finitos. Para o cálculo dos fluxos utiliza-se a forma anti-simétrica do método de Ducros, com quarta ordem de precisão no espaço, e para o avanço temporal utiliza-se o método de Runge-Kutta, modificado por Shu, com terceira ordem de precisão no tempo. Para o caso subcrítico (escoamento onde a camada limite é laminar até o ponto de descolamento) não se utilizam modelos de turbulência, uma vez que tais modelos assumem uma camada limite turbulenta, mais energética, que conduziria a um atraso forçado fisicamente inconsistente do descolamento. Para o caso supercrítico (escoamento onde a camada limite é turbulenta antes do descolamento), utiliza-se o modelo de turbulência SST-DES, proposto por Strelets, uma vez que tal modelo permite aliar-se a excelente capacidade do modelo RANS Menter-SST de capturar bem o ponto de descolamento, sem a utilização de malhas extremamente refinadas na região da camada-limite, com a característica de um modelo LES de não sobre-amortecer ou sobre-dissipar as estruturas que surgem na esteira turbulenta.

Arquivo
Download


© 2012, Grupo de Mecânica dos Fluidos de Escoamentos Complexos - VORTEX
Todos os direitos reservados
Webmasters: frcunha@unb.br , rafaelgabler@unb.br e nunojsdias@gmail.com